corte plasma

Corte plasma: como funciona e principais vantagens

Desde a sua invenção, o processo de corte plasma foi evoluindo, incorporando tecnologias e se tornando muito importante em indústrias e oficinas em geral. Considerado uma excelente ferramenta de corte de metais, possui ampla aplicação. Conheça nesse post mais sobre seu funcionamento e suas principais vantagens!

Máquinas de Corte Plasma são destinadas para cortes de folhas de aço, alumínio e outros metais eletricamente conducentes, com diferentes espessuras, tamanhos e formas. É um processo que vem crescendo no mercado devido, principalmente, à velocidade e precisão nos cortes, além de outros benefícios.

Esse procedimento utiliza o calor liberado por uma coluna de plasma, resultante do aquecimento via arcos-elétricos do gás ionizado em alta temperatura, até que possa ser utilizado para cortar seções de metais, como o aço carbono, aço inox , alumínio, cobre e outros metais eletricamente condutores. O plasma funde a parte do metal que será cortada, sendo expulsa pelo gás. É indicado para muitas aplicações, entre elas a preparação de juntas para soldagem, que necessitam de uma alta qualidade e procedimento limpo de corte.

Para realizar esse processo, são necessários alguns equipamentos de fornecimento de energia. São eles: fonte geradora alimentada por eletricidade; gás para ser ionizado e ser o meio condutor do arco elétrico (ar comprimido, argônio, hidrogênio nitrogênio, oxigênio); uma tocha plasma e um grampo terra para fechar o circuito elétrico.

Vantagens de escolher o corte a plasma

O corte a plasma traz muitos benefícios, sendo uma opção cada vez mais constante na indústria. Confira algumas das principais vantagens desse processo:

  • A velocidade do corte é consideravelmente maior se comparada a outros processos, como o oxicorte, permitindo produzir mais em um tempo menor;
  • Por utilizar ar comprimido, possibilita melhor controle do trabalho, não sendo necessário o ajuste da mistura de gases inflamáveis, além de tornar a operação mais segura;
  • Corte limpo, sem deixar escória, dispensando o uso de um esmeril posteriormente para o acabamento, por exemplo;
  • Proporciona o corte de metais com diferentes espessuras;
  • Perfura sem pré-aquecimento (etapa necessária no oxicorte);
  • Reduz o risco de deformação por causa da propagação térmica na zona de corte;
  • Processo de fácil manuseio e entendimento para o operador (capacitação facilitada).

Agora que você já conhece como funciona uma Máquina de Corte a Plasma e suas principais vantagens, visite uma loja FG para conhecer os modelos de equipamentos e acessórios disponíveis. Confira nossos endereços e descubra a loja mais próxima de você.