Desengrossadeiras e Desempenadeiras

Plainas Desengrossadeiras e Desempenadeiras, conheça as diferenças

As Plainas Desengrossadeiras e Desempenadeiras possuem nomes parecidos, mas são utilizadas para funções diferentes e ainda se complementam. Que tal conhecer ou relembrar a diferença de dois equipamentos essenciais para trabalhos com madeira? 

A função básica da Plaina é desbastar a madeira, reduzindo-a até chegar às dimensões desejadas exigidas pelo projeto. Existem Plainas Manuais comumente utilizadas na marcenaria e carpintaria, e Plainas Elétricas que facilitam esse processo, pois demandam menos esforço do profissional.

Dentre os modelos de equipamentos que formam a base para uma marcenaria, as Plainas Desempenadeiras e Desengrossadeiras são fundamentais, pois irão transformar a madeira bruta no formato ideal para o que o projeto exige.

Mas apesar de nomes parecidos, são dois equipamentos com funções diferentes, e é sobre eles que vamos falar hoje neste post!

Entenda as diferenças

A Plaina Desempenadeira ou Desempeno é uma máquina para produzir uma superfície plana ao longo do comprimento de uma placa de madeira que esteja empenada. A configuração de uma Plaina Desempenadeira consiste em uma mesa com largura e comprimento de acordo com a capacidade especificada pelo fabricante para fixar a peça de madeira a ser desbastada. A madeira desliza pela mesa da máquina, passando pelo centro onde há uma abertura na qual é fixada a ferramenta que irá realizar o desbaste. Parte importante no processo de desempenar é utilizar a regulagem correta da máquina para não haver desperdício de madeira.

Já a Plaina Desengrossadeira ou Desengrosso é utilizada para ajustar a espessura de uma peça de madeira, deixando-a com bitola constante. Ela vai nivelar, retirar espessura e desbastar a madeira natural, fazendo com que ela tenha o mesmo formato que a base utilizada como referência.

O desengrosso, sozinho, não será capaz de desempenar uma peça de madeira, pois ele acompanha a torção da peça empenada. Consequentemente, se passarmos a peça empenada diretamente no desengrosso, somente diminuirá a espessura da madeira e não dará o acabamento desejado, retirando as irregularidades da peça, mas sem desempenar.

Qual escolher para a minha oficina?

O ideal é contar com as duas máquinas para oferecer trabalhos profissionais, pois a plaina vai uniformizar a superfície da peça trabalhada e o desengrosso vai copiar a face de referência, igualando a espessura ao longo do comprimento, deixando ambas iguais e niveladas. Ou seja, um desempeno não pode ser usado para criar uma placa de espessura uniforme ao longo de seu comprimento. Para esta tarefa, depois de desempenar uma face, utilizamos a Desengrossadeira.

Para atender a essa necessidade, existem no mercado alguns modelos de Plainas Desengrossadeiras e Desempenadeiras no mesmo equipamento. Nesse caso, elas são combinadas com a peça de trabalho passando por baixo da mesma lâmina rotativa para espessamento, mas na direção oposta.

Vale lembrar que é muito importante usar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como luvas, avental, óculos, protetores auriculares e até mesmo máscara (para impedir que lascas de madeira machuquem o rosto).

Na lojas da FG, você encontra modelos de Plainas Desengrossadeiras e Desempenadeiras portáteis, munidas de motor com escovas de carvão, sem transmissão por correias e freios, sendo mais acessíveis e úteis em oficinas em geral.

Agora que você já sabe as diferenças sobre esses dois modelos de Plainas, que tal conhecer mais sobre outro equipamento essencial para trabalhos com madeira? Clique e saiba mais sobre a Tupia: principais modelos e suas funcionalidades.